Um mundo de aventuras, aonde o céu é o começo e não o limite. Bem vindo as Origens do Neoverpower.


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Episódio I - Inicio da Alvorada

Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 5 de 7]

101 Re: Episódio I - Inicio da Alvorada em Seg 15 Jun 2015 - 19:14

Genesis OP

avatar
Administração OP
Administração OP
O membro 'Vaskes' realizou a seguinte ação: Lançar dados

'OverDice 6' :

Resultado :

Ver perfil do usuário

102 Re: Episódio I - Inicio da Alvorada em Ter 16 Jun 2015 - 11:22

kamui

avatar
Level .3
Level .3
- Fiquem alerta, ele está abaixo de nós e pode fazer uma investida.

As palavras deste novo companheiro o incumbiram de algo mais profundo,um nivel de comprometimento incalculável. Ele precisava ver, precisava ouvir, sentir, ele precisava intuir, com uma investida dessas seus amigos corriam perigo, Sua companheira Thalia mesmo lutando bravamente parecia estar mais cansada que todos, não poderia deixa-la sucumbir, de forma alguma, ainda mas naquele lugar profano,onde ela poderia voltar deformada de uma forma quase incurável.
-Vamos, não me deixe na mão agora, eu preciso ajudá-los, preciso orienta-los, "Flecha" fique atento. -Nós acharemos este besouro e acabaremos com ele!!!
Sentiu todos os pelos de seu corpo se eriçarem, uma onda de energia alterando sua percepção,sentia melhor suas mãos no arco, a corda retesada, todos os sentidos na batalha sendo direcionados e ampliados, seus olhos fosforecem com uma cor dourada e sua pupila se fende como a iris de um gato.
-Nada escapará de mim, ou fugirá a minha atenção,orientarei e verei todo campo de batalha, eu vou pegá-lo nem que para isso tenha que passar do meu limite...
-Eagle eye-

Ele aproveita este momento para se concentrar e focar toda sua força no arco, se sentindo a flecha e projetando mentalmente exatamente onde quer que ela acerte.

obs;Eagle eye Adicionado
obs1: Concentração de poder de fogo pdf+2

Ver perfil do usuário

103 Re: Episódio I - Inicio da Alvorada em Ter 16 Jun 2015 - 17:49

Alicia Han

avatar
Administração GM
Administração GM
Fenrir Wolfstein
 
Thalia
 
Vaskes
 

Balthazar
 

Samwell
 

Lancell
 

Siegfried
 

O alerta de Vaskes foi atendido prontamente por Balthazar que, despertando suas habilidades em combate, conseguiu invocar as Chamas Reveladoras em tempo de revelar a posição do Besouro Dourado que já estava entre a vanguarda e a retaguarda, separando o grupo, ele havia tentado se curar enquanto estava escondido mas, graças ao veneno de Vaskes, ele curou muito pouco e estava com sua velocidade reduzida. O que permitiu um novo contra ataque do grupo.

Vaskes também despertou suas habilidades em combate e através de um aumento grandioso de sua velocidade ele foi capaz de desferir um Golpe Duplo contra o Besouro Ladrão Macho, dando fim a esta criatura com rapidez, assim como Siegfried aplicou seu golpe fulminante em outro. Fenrir também foi efetivo em seu ataque e logo a quantidade de inimigos foi reduzida a apenas Maya e Besouro Dourado. Mas agora era a vez dos inimigos agorem e a ação não foi nenhum pouco agradável. O Besouro Dourado urrou, estridente, fazendo com que de seu corpo emergisse uma forte explosão de chamas, acertando tanto a vanguarda como os suportes com um poderoso ataque abrasador [ Dano: 10 ].

Vaskes, que havia usado sua velocidade e recuado, pode ver que Maya estava se transformando. A pequena menina havia crescido, parecia uma adolescente, com longos cabelos saindo do elmo de inseto e nas mãos surgiram duas longas laminas de mastis, ela estava mudando de forma, mas estava com cara de dor. Realmente ele acertara, ela estava ligada ao Besouro Dourado de alguma forma, mas agora eles tinham um sério problema a frente. O Besouro Dourado estava furioso. E o grupo não estava em condições saudáveis.



Besouro Dourado [ MVP ] - Envenenado [
F 5 H 2 R 6 A 4 PdF 5[??///]





Besouros Elimitados: x6
Zumbi Eliminado; x3


_________________


Ver perfil do usuário

104 Re: Episódio I - Inicio da Alvorada em Qua 17 Jun 2015 - 9:48

Meister Aoro

avatar
Administração OP
Administração OP
Fenrir fincou sua espada no chão, mantendo-se com um joelho apoiado no solo para manter o equilibrio, e voltando sua atenção para a situação do grupo, que era alarmante, após o ataque do Besouro Dourado.

- Lancel! Ajude Thalia.... Samwell, Balthazar... acertem Maya!

Sem esperar por mais tempo ele se ergue e avança contra o Besouro Dourado, girando sua espada em arco e em seguida desferindo um novo Golpe Fulminante contra a carcaça dourada a fim de aproveitar o envenenamento causado por Vaskes para tirar ainda mais dano do monstro.

Ver perfil do usuário http://overpower.ativoforum.com

105 Re: Episódio I - Inicio da Alvorada em Qua 17 Jun 2015 - 9:48

Genesis OP

avatar
Administração OP
Administração OP
O membro 'Meister Aoro' realizou a seguinte ação: Lançar dados

'OverDice 6' :

Resultado :

Ver perfil do usuário

106 Re: Episódio I - Inicio da Alvorada em Qua 17 Jun 2015 - 13:16

Peete

avatar
Level .2
Level .2
Quando a situação parecia sob controle, o Besouro Dourado é revelado bem muito perto da sua posição e após a investida do grupo, e a retaliação vem com um golpe devastador que atinge a todo o grupo, fazendo inclusive a mercadora cair praticamente inconsciente à frente de Lancel, que imediatamente corre na direção dela para evitar que a garota caísse no chão e se machucasse mais. Outro grupo, outro golpe devastador, mais perdas - a acólita estava se concentrando muito para não perder a cabeça dessa vez, sendo acordada pela ordem de Fenrir que novamente avança contra o monstro chefe.

- Se reposicionem! Não vamos ter condições de aguentar outro golpe como esse! - dizia enquanto tentava arrastar Thalia para longe da luta e esperava que os outros dois atiradores a distância fizessem o mesmo - Cura!! - Com a cabeça da garota em seu colo, Lancel lançava seu feitiço de recuperação novamente, na tentativa de ajudar a outra a recuperar a consciência - Vamos lá, acorde...

"Não posso falhar novamente... Não posso me permitir ser fraca demais para evitar que mais pessoas tenham um fim precoce"

Ver perfil do usuário

107 Re: Episódio I - Inicio da Alvorada em Qua 17 Jun 2015 - 13:16

Genesis OP

avatar
Administração OP
Administração OP
O membro 'Peete' realizou a seguinte ação: Lançar dados

'OverDice 6' :

Resultado :

Ver perfil do usuário

108 Re: Episódio I - Inicio da Alvorada em Qua 17 Jun 2015 - 22:07

Garuda

avatar
Level .1
Level .1
cSiegfried confiava nas habildades de Lancel, afinal de contas eles faziam parte do mesmo grupo e agora o grupo estava maior, com novos membros, mas gravemente feridos. Sem a possibilidade aparente de um reforço de outros aventureiros, eles teriam que lidar com Maya e GoldThief de qualquer maneiras. Assim se levantando, segurando firmemente sua espada, o espadachim se joga no ar, indo cair entre Lancel e o Besouro. A acólita estava a socorrer a mercadora, esperava que desse tempo e para garantir este tempo ele se volta contra o Besouro e também desfere um ataque contra sua imensa e dourada carapaça.

- Golpe Fulminante!

Assim que desfere o ataque, ele tenta segurar o besouro dourado para que este não fugisse, mesmo que isso custasse sua vida.

Ver perfil do usuário

109 Re: Episódio I - Inicio da Alvorada em Qua 17 Jun 2015 - 22:07

Genesis OP

avatar
Administração OP
Administração OP
O membro 'Garuda' realizou a seguinte ação: Lançar dados

'OverDice 6' :

Resultado :

Ver perfil do usuário

110 Re: Episódio I - Inicio da Alvorada em Qui 18 Jun 2015 - 10:46

Alicia Han

avatar
Administração GM
Administração GM
Fenrir Wolfstein
 
Thalia
 
Vaskes
 

Balthazar
 

Samwell
 

Lancell
 
Siegfried
 


Graças a determinação dos espadachins,Siegfried e Fenrir, Lancel foi capaz de curar Thalia em tempo de evitar o pior. Naquele instante o espadachim  fenrir desfere um poderoso e critico ataque, destroçando o corpo imenso do Besouro e fazendo voar para todos os lados fluidos e pedaços dourados de sua carapaça [ Dano: 18 ]. O Besouro Dourado urrou e tombou ruidosamente, derrotado e sem vida. Maya gritou agonziante e uma explosão de luz a envolveu, fazendo com que a pequena criança deixasse aquela aparência e assumisse a real forma de Maya, gigante e amedrontadora. Ela gritava de dor e no fim desapareceu envolta de uma uz purpura que, o gatuno Vaskes, conhecia muito bem que era um teleporte de fuga da criatura. O silêncio toma conta do lugar, tendo apenas este silêncio quebrado pelo som do tilindar dos restos do Besouro e dos itens que aquele combate rendeu, sendo um item extremamente chamativo.

Entre os itens havia uma MAÇA DE OURO[1], Kataná , Carta Besouro-Ladrão Macho, CARTA BESOURO-LADRÃO DOURADO e EMPERIUM.

O grupo podia finalmente respirar e naquele momento sons de passos e vozes se fez chegar até eles, era um outro grupo de aventureiros, acompanhados de dois guardas da cidade e o chefe dos operarios. Prontamente um acólito do novo grupo imediatamente começou a curar a todos.

Chefe: - Todos estão bem? O que ouve? .... Isto é... um Besouro Dourado?!


===================
MVP DEFEAT: +2 pontos de Personagem para todos.
===================

Besouro Dourado [ MVP ] - DEFEAT
F 5 H 2 R 6 A 4 PdF 5[??///]





Besouros Elimitados: x6
Zumbi Eliminado; x3[/quote]


_________________


Ver perfil do usuário

111 Re: Episódio I - Inicio da Alvorada em Qui 18 Jun 2015 - 12:17

Peete

avatar
Level .2
Level .2
Para sua feliz surpresa, os espadachins, em seus poderosos golpes, conseguem finalizar o Besouro Dourado à medida em que Thalia recobrava sua consciência. Ajuda a garota a se sentar para voltar à formação da equipe e continuar a luta contra o que viria a ser a forma completa de Maya. Já começava a pronunciar o feitiço de cura em um dos aliados quando a rainha inseto é envolvida em raios de luz roxa e então desaparece e então fica parada, atenta ao silêncio absoluto que se instaurara a não ser pela respiração ofegante do grupo e dos restos do corpo do monstro e dos itens que havia derrubado. Sorria ao ver que a mercadora já estava bem mas se prepara para o pior ao ouvir os passos que vinham na direção do grupo, deixando escapar um suspiro aliviado quando percebe que era o resgate - se não fosse, agora era.

- Acredito que por hora o pior já passou - segue na direção do chefe enquanto o acólito curava o grupo e exibe uma feição séria ao continuar - Sim, isso era um Besouro Ladrão Dourado e ele estava acompanhado. Tenho anotações sobre quase tudo o que aconteceu... Se me permite, posso terminar o relatório sobre a missão de exploração e reconhecimento assim que estivermos em um local adequado. Há muito o que dizer, inclusive... - olha para o grupo e volta a olhar cabisbaixa para o chefe - Meu grupo teve uma baixa... Apenas eu e um espadachim sobrevivemos e acabamos nos juntando a outro grupo que nos resgatou...

"Mesmo com esse reforço, imagino que ainda corremos perigo aqui em baixo... Quanto antes sairmos daqui, melhor"

[off: resistencia +2]

Ver perfil do usuário

112 Re: Episódio I - Inicio da Alvorada em Sex 19 Jun 2015 - 9:47

Meister Aoro

avatar
Administração OP
Administração OP
O espadachim Fenrir gira sua espada em um movimento, parando-a subitamente para limpar a lâmina, e em seguida a guarad em sua bainha. O trabalho fora concluido e com a fuga de Maya, assim como a destruição do Besouro Dourado, eles podiam dizer que finalmente o lugar estava seguro. Talvez nem tanto, uma vez que deveria ter muitos ovos de Besouros Ladrões naquele lugar, não seria uma surpresa surgir um ovo de dourado novamente. Mas até lá o lugar pódia ser dito como seguro.

A chegada de reforços garantiu a segurança do perímetro e se aproximando do grupo ele ouve a explicação de Lancel para o Chefe da Guarda ali presente com os novos aventureiros. Cruzando os braços ele retorna para o grupo.

- Foi um bom trabalho em conjunto, obrigado pela disponibilidade de suas habilidades Vaskes. Quem iria imaginar que tu tem os conhecimento de tais monstros. Thalia, agora que estais bem recolha os itens, retornaremos a cidade para descansar e prestar os devidos relatórios ao Chefe de MIssões. Se lancel e seu companheiro aceitarem, podem retornar connosco.

O Espadachim aguarda a resposta do grupo


+2 de Resistencia. Futuro Templario aqui kkkk

Ver perfil do usuário http://overpower.ativoforum.com

113 Re: Episódio I - Inicio da Alvorada em Sex 19 Jun 2015 - 13:32

Vaskes

avatar
Level .3
Level .3
O gatuno se levanta ainda um pouco dolorido, dois MVPs ao mesmo tempo era uma tarefa dificil de bater e os dois jamais deixariam que o grupo recuasse, então a investida era a única chance que tinham, os espadachins terminaram o serviço, foi bom o uso do veneno para não permitir que a criatura se curasse.
No instante em que derrotaram o Besouro Dourado, Maya se transforma novamente, a visão aterrorizante assola o coração do gatuno, cheio de fúria ele empunha sua adaga, mas antes que pudesse mover-se em direção à Maya, ela desaparece em meio a sua habilidade, Teleporte, poder tipico de algumas criaturas insectóides, então ele apenas retira a poeira de suas vestes e guarda sua lâmina.
Ao olhar para o grupo, todos estavam feridos, mas bem, é então que chega um outro grupo, Vaskes esconde seu rosto e se vira enquanto vê de canto de olho a Acólita caminhando em direção ao chefe deles e conversando.

"- Foi um bom trabalho em conjunto, obrigado pela disponibilidade de suas habilidades Vaskes. Quem iria imaginar que tu tem os conhecimento de tais monstros."

- Sou um residente de Morroc, aquela criatura é originária do Formigueiro Infernal... Na verdade não sei como é possível ela ter chegado até aqui, lá é seu habitat, é como um "reino" para Maya, e também nunca vi uma como aquela forma e evoluir tão rapidamente... - Vaskes cruza os braços e fica pensativo por um momento, Fenrir solicita o trabalho da mercadora, não havia nada especifico que lhe serviria entre os iten no momento então decidiu deixar para Thalia que recolhesse tudo, por ora.

------------

+2 de Força, mais HP e mais Dano, com 2 Tankers posso criar um bom Sinx

Ver perfil do usuário

114 Re: Episódio I - Inicio da Alvorada em Sex 19 Jun 2015 - 13:44

Meister Aoro

avatar
Administração OP
Administração OP
- Sou um residente de Morroc, aquela criatura é originária do Formigueiro Infernal... Na verdade não sei como é possível ela ter chegado até aqui, lá é seu habitat, é como um "reino" para Maya, e também nunca vi uma como aquela forma e evoluir tão rapidamente...

As palavras de Vaskes despertaram a atenção ainda mais de Fenrir que voltou sua atençao para a caverna.

- Realmente é estranho. Também nunca vi uma criatura evoluir em combate, acho que presenciamos algo inédito. Mas isto é uma coisa que é alarmante, acho que devemos vasculhar esta caverna melhor. Posso estar errado, mas existe a possibilidade de ter uma caverna que liga os desertos de morroc com Prontera?

O Espadachim caminha um pouco para frete, olhando a escuridão do lugar.

- Vaskes... Gostaria de ser nosso guia para Morroc?

Ver perfil do usuário http://overpower.ativoforum.com

115 Re: Episódio I - Inicio da Alvorada em Sex 19 Jun 2015 - 19:59

kamui

avatar
Level .3
Level .3
Ouviam o que todos diziam, mas parecia que não era com ele, estava atônito, no momento em que vira Thalia cair seu coração gelou, não importava se ela estiva bem agora, podia realmente ter morrido e virado uma daquelas criaturas, e a culpa era dele por ter sido mesquinho e por não ter sido mais forte, por não ter visto que ela estava sendo um alvo visado.
Puxou o capuz sobre a cabeça, pois não queria que vissem como ficou abalado,sua mão do arco tremia,mesmo que não tivesse morrido uma companheira de seu grupo morrera... Ele deixara Thalia Morrer, era culpa dele, afinal ele quem estava atraz, próximo a ela, ele tinha visão do grupo, ele devia te-la salvado... Flecha ronronava em seu pescoço por baixo do capuz como se quisesse acalmá-lo... Ele olha para Thalia de longe com os olhos cheios de agua, mal conseguindo se conter e decide seguir o grupo por ultimo e em silêncio...  

ps: Edição 1pt Hab 1pt Pdf

Ver perfil do usuário

116 Re: Episódio I - Inicio da Alvorada em Sab 20 Jun 2015 - 1:18

Vaskes

avatar
Level .3
Level .3
- Realmente é estranho. Também nunca vi uma criatura evoluir em combate, acho que presenciamos algo inédito. Mas isto é uma coisa que é alarmante, acho que devemos vasculhar esta caverna melhor. Posso estar errado, mas existe a possibilidade de ter uma caverna que liga os desertos de morroc com Prontera?

- Vaskes... Gostaria de ser nosso guia para Morroc?


- Bom... Morroc é um pouco distante de Prontera, apesar de que... pensando melhor, estamos fora da cidade, e se formou em direção à Morroc pelo subterrâneo, certamente passariamos pelo Formigueiro Infernal que fica mais à sudeste da cidade do deserto, e ainda tem uma história antiga sobre uma criatura que deu o nome à cidade de Morroc... - Balançou a cabeça, estava perdido em alguns devaneios e lembranças. - Não sei se seria muito prudente irmos pela caverna, mas aceitaria ser o guia até Morroc. - Sorriu para o espadachim, jamais tinha interagido com um grupo que não fosse a sua familia de Gatunos dentro da pirâmide, era algo novo e estranho para Vaskes.

Olhou para o grupo que tinha chegado, o curandeiro fazia sua parte, todos pareciam estar melhor, e se sentiu mais aliviado com isso.

Ver perfil do usuário

117 Re: Episódio I - Inicio da Alvorada em Sab 20 Jun 2015 - 9:04

Marinah

avatar
Level .2
Level .2
Ela havia caido, a escuridão tomou conta de sua mente e por um momento infeliz ela achou que tinha morrido. A luz surgiu a sua frente e até pensou que era o paraiso, mas logo seus olhos se abriram e viu um anjo. Lancel.

- To salvaaaaaa buaaaaaaa...

Se atira em um abraço em lancel, derramando lagrimas nos olhos até ouvir as palavras de Fenrir e, na mesma hora, ela se vira radiante, sorrindo e sem nenhuma lágrima nos olhos, pelo contrário, com estrelas nos olhos.

- Itens!!!!

Ela coleta rapidinhoo loot da batalha, pegando cuidadosamente o que caira perto do Besouro Dourado e retorna para junto do grupo, justamente ouvindo a parte Morroc.

- O que vamos fazer no deserto? Cade a Maya?

Ver perfil do usuário

118 Re: Episódio I - Inicio da Alvorada em Sab 20 Jun 2015 - 10:33

Alicia Han

avatar
Administração GM
Administração GM
Fenrir Wolfstein
 
Thalia
 
Vaskes
 
Balthazar
 
Samwell
 
Lancell
 
Siegfried
 


Após um tempo de retorno para a cidade, atravessando os andares do Esgoto de Prontera e passando por vários trabalhadores que voltavam a ativa, estes acompanhados por guardas e aventureiros, o grupo finalmente puderam sair da masmorra e adentrar a cidade. O retorno a civilização foi bem vindo, já era tarde, por volta das 2 horas da tarde, e o grupo seguiu com o Chefe da Guarda para o Chefe das Missões. Levou em torno de quase 3 horas de explicações, relatos e teorias, discutidos entre os aventureiros e os Chefes de Prontera e no fim eles foram liberados de suas missões, recebendo cada um 5.000z e uma noite sem custo na hospedagem Poring Dourado (antes Poring saltitante).

Cada um recebeu direito a um quarto sem custo algum na mesma hospedagem. Fenrir podia descansar ou rever alguma coisa a sua escolha. Lancel e Siegfried tiveram uma sessão com o sacerdote de Prontera, para velar pelos companheiros mortos em missão e decidir o que fariam daquele momento em diante. Thalia estava em seu quarto também, avaliando o que faria com o loot daquela campanha aos Esgotos de Prontera. Balthazar também tinha o livre arbitrio para decidir o que fazer. No entanto dois individuos não estavam em seus respectivos quartos.

Samwell vagava pelas ruas, em companhia de seu animal de estimação, com o olhar cabisbaixo acerca do que ocorrera. Saber que a mercadora Thalia quase morrera foi um golpe em sua confiança e naquele momento ele pensava sobre o que ocorrera. A imagem dela caida, com Lancel a curando, não saia de sua cabeça e naquele instante ele foi tirado deste devaneio pelos gritos dos comerciantes, ofertando armas e equipamentos para a batalha.

Vaskes se encontrava em um beco distante da cidade, envolto em seu habitual manto, ele tinha a sua frente um ser oculto pelas trevas. Ele sabia quem era: Raziel - Gatuna da Ordem BloodStriker. Uma amiga que sobrevivera a incursão contra Maya no passado, junto com ele e hoje esta em uma ordem diferente da dele, já que ela mesma estava em missões mais sangrentas: assassinatos.

Raziel: - E isto é tudo que sei... Não me agrada saber que uma nova rainha inseto surgiu, mas esta é nossa realidade. Com certeza os trabalhadores desta cidade vão conseguir terminar os esgotos até o nascer do próximo Besouro Dourado. Vaskes...

Ela ficou em silêncio por um tempo, como que analisando a situação e por fim falou.

Raziel: - Vaskes... A Ordem BloodStriker ficaria feliz em tê-lo connosco. Estas missões de espionagem, sabotagem e recolha não são dignas de seu posto. Embora eu admita que as informações de seu grupo é o que determinam nós, batedores, sermos capazes de cumprir com nossa missão. Esta informação acerca da baixa qualidade de defesa desta cidade, assim como a condição dos aventureiros nela são importantes para minha missão mas...

Razil Striker, como ela passou a se chamar, olhou para ele triste, mas foi por um breve instante, voltando a ter um olhar frio e assassino.

Razil: - Informarei os lideres acerca de Maya Reborn, provavelmente iremos em incursão contra ela novamente. Por hora continue em sua enturmação até a proxima ordem, talvez usar estes aventureiros contra Maya não seja má ideia. Mas cuidado caso queira seguir pelas cavernas.


_________________


Ver perfil do usuário

119 Re: Episódio I - Inicio da Alvorada em Sab 20 Jun 2015 - 12:19

Garuda

avatar
Level .1
Level .1
Ao ter a sessão funebre encerrada, o espadachim caminha lentamente ao lado de Lancel e murmura, sem olhar para ela.

- O que deseja fazer, Lancel, não temos mais um grupo e acredito que devemos ser mais atento aos novos companheiros que devemos ter.

Ele para de andar e olha para ela.

- Você fez um bom trabalho na masmorra, a mercadora foi salva da morte por pouco, mas isto nos mostra que devemos melhorar nossas habilidades. Outra coisa me perturba: Maya. Aquela monstruosidade evoluiu diante de nós, de uma criança para um monstro, o que nos remata a outro assunto. O que difere entre o homem e o monstro?

O Espadachim se vira de costas para a acólita e continua.

- Aquele grupo era forte, acredito que pelo jeito deles com certeza irão atrás de Maya. O que acha de acompanharmos eles?

Ver perfil do usuário

120 Re: Episódio I - Inicio da Alvorada em Sab 20 Jun 2015 - 12:41

Peete

avatar
Level .2
Level .2
Depois de ter enviado o relatório, seguiu com Siegfried para a Catedral onde houve o sepultamento dos seus antigos companheiros. De lágrimas presas em seus olhos marejados, Lancel recitava cantos e orações em homenagem àqueles que, por conta de inocentes ambições, haviam perdido suas vidas. Por mais que qualquer pessoa falasse que não era sua culpa, não conseguia se perdoar - o mesmo poderia acontecer ao segundo grupo caso os espadachins não tivessem conseguido derrotar o monstruoso Besouro Dourado e o eco disso em sua cabeça a atormentava e remoía sua tristeza enquanto pedia mentalmente perdão aos colegas que se foram. Ao fim da sessão, segue ao lado de Sieg em silêncio, perdida em seus pensamentos, quando ele começa a falar.

- O que deseja fazer, Lancel, não temos mais um grupo e acredito que devemos ser mais atento aos novos companheiros que devemos ter - ele para de andar e olha para ela - Você fez um bom trabalho na masmorra, a mercadora foi salva da morte por pouco, mas isto nos mostra que devemos melhorar nossas habilidades. Outra coisa me perturba: Maya. Aquela monstruosidade evoluiu diante de nós, de uma criança para um monstro, o que nos remata a outro assunto. O que difere entre o homem e o monstro? - o Espadachim se vira de costas para a acólita e continua - Aquele grupo era forte, acredito que pelo jeito deles com certeza irão atrás de Maya. O que acha de acompanharmos eles?

- Eu fiz o que qualquer criança recém-formada poderia ter feito, não consegui fazer nada surreal e isso ainda me perturba - fala em tom sério, um pouco melancólico, quando consegue chegar ao lado dele para continuar andando - O que difere o homem do monstro... Boa pergunta... - suspira - Para poder responder isso eu gostaria de falar novamente com a Guarda e seus Superiores, saber o que eles estão fazendo sobre as zumbificações e sobre o surgimento da Maya. É algo que eu preciso fazer pra me perdoar... - lança seu olhar para ele enquanto caminham, depois de uma rzoável pausa - Eles com certeza são fortes, afinal sobrevivemos graças ao resgate deles - sorri - Eu adoraria contar com você, mas se quiser seguir com eles, fique livre para decidir... - se põe à frente dele, forçando-o a parar - Obrigada por tudo até agora... Fiquei muito feliz por tê-lo visto vivo depois que desapareceu... - dá as costas para ele e volta a andar - Precisamos descansar... Pelo menos eu preciso. Quer ir para a estalagem?

Ver perfil do usuário

121 Re: Episódio I - Inicio da Alvorada em Dom 21 Jun 2015 - 11:51

Garuda

avatar
Level .1
Level .1
- Eu fiz o que qualquer criança recém-formada poderia ter feito, não consegui fazer nada surreal e isso ainda me perturba

Siegfried balança a cabeça, concordando com ela, voltando a olhar para a paisagem.

- O que difere o homem do monstro... Boa pergunta... - suspira - Para poder responder isso eu gostaria de falar novamente com a Guarda e seus Superiores, saber o que eles estão fazendo sobre as zumbificações e sobre o surgimento da Maya. É algo que eu preciso fazer pra me perdoar...

Ela retoma a caminhada e ele a segue em silêncio.

- Eles com certeza são fortes, afinal sobrevivemos graças ao resgate deles - sorri - Eu adoraria contar com você, mas se quiser seguir com eles, fique livre para decidir... - se põe à frente dele, forçando-o a parar - Obrigada por tudo até agora... Fiquei muito feliz por tê-lo visto vivo depois que desapareceu... - dá as costas para ele e volta a andar - Precisamos descansar... Pelo menos eu preciso. Quer ir para a estalagem?

Ele fica parado mai um tempo, após ela ter o parado a sua frente. Siegfried cruza os braços por um tempo e por fim fala.

- Irei com você para a estalagem... E para onde quizer ir...

E recomeça a andar a um passo atrás dela

Ver perfil do usuário

122 Re: Episódio I - Inicio da Alvorada em Seg 22 Jun 2015 - 17:41

Meister Aoro

avatar
Administração OP
Administração OP
Fenrir estava deitado em sua cama, descansando e repensando acerca de tudo o que aconteceu naquele dia. Os esgotos agora estavam seguros e com certeza haveria a presença de mais aventureiros a combater os insetos para que os trabalhadores pudessem terminar seu serviço. Talvez futuramente houvessem missões de extermínio para treinamento de aspirantes a aventureiros.

Se levantando da cama, ele veste sua roupa, recolhe sua espada, revisa seu inventário e, após ficar parado em silêncio por um tempo, decide sair do quarto e ir comer algo no salão de refeições. Como Thalia iria vender os itens coletados, seria bom fazerem a revisao de seus equipamentos. Mas enquanto decia a escada ele percebe uma coisa. Quase foram derrotados pelo Besouro Dourado e isso sinificava que se fossem contra Maya, o que seria em breve, teriam que ficar ainda mais fortes.

- Talvez seja uma boa hora para me tornar mais forte.

Ele vai comer e aguardar os companheiros de grupo para decidirem o que fazer para ficarem mais fortes, para combater Maya.

Ver perfil do usuário http://overpower.ativoforum.com

123 Re: Episódio I - Inicio da Alvorada em Ter 23 Jun 2015 - 3:42

Vaskes

avatar
Level .3
Level .3
O vento da noite batia, sob a luz da lua e das estrelas em um beco sem iluminação artificial Vaskes tinha um de seus encontros com um membro de sua "familia", a guilda possuía algumas ramificações, mas todos ali se conheciam de uma forma ou de outra ainda mais aqueles que tinham sua fama fora da guilda dos gatunos.

O gatuno ouvia atentamente as informações trazidas e compartilhadas, Raziel, uma das pessoas que sobreviveram à incursão ao Formigueiro Infernal e ao ataque de Maya, as informações eram exatamente o que Vaskes esperava, infelizmente, o que eles presenciaram nos esgotos da cidade era algo único e novo para todos, não tinha acontcido nada disso por nenhuma outra localidade, pelo menos não que alguem tenha notado ou voltado vivo para contar, isso o intrigava junto com o fato de uma criatura onde o habitat pertencia à uma localidade distante tenha se locomovido tanto e sem nenhuma razão em especifico, e ainda por cima evoluir desta forma e fugir.

Raziel conversava em mesmo tom, com o mesmo olhar, por um momento ela muda, sua frase muda, que faz Vaskes sorrir de forma sincera, feito notável. Ela falava sobre ele entrar em outra ramificação da guilda, a que claramente se encaixava a ele, o garoto se aproxima.

- Entendo o que diz, Raziel.. Talvez seja verdade, tambem vejo a importância desta.., Ramificação da guilda, por ora devo completar a missão, ainda há muito o que ser feito.
- Sua face volta ao normal, seus olhos como de um felino pronto para atacar, sua voz rouca e séria. - Tenho dever a cumprir e não há um dia que eu não lembro e penso em tudo que ja fiz e se isso que estou fazendo agora é realmente o que quero, voltarei em breve para Morroc, me encontrarei e reportarei o que conseguir daqui em diante para o Lider, e se assim ele desejar, certamente me unirei aos BloodStrikers, ficaria muito satisfeito em me unir à vocês e agradeço o que fez por mim, agora e todas as vezes que pôde Raziel. - Pensa um pouco e continua. - Certamente há perigo tanto pelos caminhos dos esgotos quanto pelo caminho convencional à Morroc, mas no subsolo há perigos ainda desconhecidos, acredito que seja melhor o caminho mais utilizado, pelo menos seria o mais sensato a se fazer...

Por mais um tempo trocava informações sobre rotas, caminhos e seus perigos, assim como a guilda e suas missões em progresso, a troca de informação era essencial entre os membros, afinal a maior arma que se poder ter é o conhecimento, e como usá-lo para conseguir o que se deseja, em breve os dois tomariam seus caminhos, Vaskes voltaria para a estalagem e pela manhã seria o guia para Morroc, sua cidade natal.

Ver perfil do usuário

124 Re: Episódio I - Inicio da Alvorada em Ter 23 Jun 2015 - 11:11

Marinah

avatar
Level .2
Level .2
- Pronto, pronto!...

Thalia termina de arrumar sua mala, com as mercadorias a serem vendidas. Era estranho o grupo não querer nada dos itens que eles haviam conseguido. Assim sendo ela pega a mochila de carga e segue para o saguão da estalagem para tomar café e em seguida ir vender os itens conquistados. Pensando bem esta era uma boa ideia.

- Hmmm... Não quero apanhar de novo, vou comprar umas proteções para mim, assim como um novo machado. Acho que devo conseguir bons descontos nas compras para os meus amigos.

Com um sorrriso e cantarolando ela segue para o mercado para vender os itens e depois voltar para compartilhar o dinheiro aos amigos. mas só o justo....

Ver perfil do usuário

125 Re: Episódio I - Inicio da Alvorada em Ter 23 Jun 2015 - 11:58

Peete

avatar
Level .2
Level .2
Depois da última fala de Siegfried, Lancel deixa escapar um largo sorriso e em silêncio os dois caminham até a hospedaria. A lentos passos, observava tudo ao seu redor - as pessoas, as construções, os animais, as conversas, o céu... Com tantas coisas obscuras se passando em sua mente, se lembra de como foram seus terríveis anos de infância, quando não conseguia enxergar a luz do mundo e temia que isso fosse voltar a acontecer. Sua felicidade por estar viva e ter ajudado outras pessoas a derrotar um mal maior era abafada pelos seus demônios interiores e fantasmas do passado, estava confusa e cansada demais e precisava realmente dormir.

Ao se aproximarem, consegue sentir o cheiro de comida sendo preparada pela cozinha do estabelecimento e seu estômago dá sinal de vida, roncando audivelmente, fazendo com que a acólita risse sem graça da situação, aliviando a tensão que se formara involuntariamente sobre seu rosto durante o passeio noturno.


- Parece que estou com fome... Quer jantar comigo? Quem sabe ainda não nos deparamos com Fenrir e os outros.

Ver perfil do usuário

Conteúdo patrocinado


Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 5 de 7]

Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum