Um mundo de aventuras, aonde o céu é o começo e não o limite. Bem vindo as Origens do Neoverpower.


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Capítulo I - Início do Exame Hunter!

Ir à página : 1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 4]

1 Capítulo I - Início do Exame Hunter! em Sab 18 Out 2014 - 12:25

Yukimaro

avatar
Administração GM
Administração GM




Era sábado, talvez não fosse o melhor dia para se iniciar uma nova e perigosa etapa da vida. Mas lá estavam, iniciavam ali. A etapa que definiria o futuro de uma forma maravilhosa ou terrível: o exame hunter, para ganhar poder, fama e reconhecimento, além de várias outras coisas.

Nove horas da manhã, o último navio chegava em Limbo Zone, arquipélago abandonado usado para o exame nos últimos anos. Como o local não muda mais, é normal que o número de participantes aumente exponencialmente. Não era difícil encontrar o exame, mas era quase impossível para pessoas comuns chegar ao final. E justamente o último navio que carregava nossos heróis (TODOS os players estão no último navio. Vocês podem mencionar os motivos ou apenas ser uma coincidência). Ali, desembarcavam pelo menos mil interessados no exame hunter. Era de se esperar a concorrência, mas no único porto ativo do arquipélago inteiro, a visão era absurda: um mar de pessoas, talvez mais de 2 milhões de interessados em se tornar hunter estavam ali.

Boa parte deles não tinha porte físico algum, ou mesmo cara de hunter. Crianças estavam inclusas embora fosse minoria. Ora, quem não quer se tornar um hunter certo? Era dinheiro, fama, poder para uma vida toda, mas o que esperar daquele exame?

Os recém chegados tiveram uma hora e meia para se aprontar até o início do exame. Era difícil inclusive sentar em algum lugar dali: estava movimentado demais. A demanda por comida no porto era grande, e a movimentação era a intensa. A razão era simples: poderia ser a última boa refeição que teriam em tempos, para não dizer a última refeição da vida. Aqui, era o ponto de partida de sonhos, e desilusão de muitos. (jogadores, descrevam sua uma hora e meia de preparação).

Dez e meia em ponto, uma forte sirene foi ouvida: o exame iniciaria.


O silêncio era absoluto, ninguém sabia o que esperar ou como iria iniciar. Era assustador como milhares de pessoas ficavam em silêncio para ouvir o pronunciamento de algum examinador.

Acontece que o examinador já estava presente, mas ninguém poderia ter notado ele até então. No alto de um pilar. sentado sobre um relógio de ponteiro gigante marcando exatamente 10:31h estava o examinador. Em suas mãos um cartão e um microfone. O exame iniciava.


Examinador:

-Sejam todos bem vindos á Limbo Zone, a partir de agora o exame hunter está acontecendo. Se quiserem desistir, aguardem neste porto até o fim da primeira fase. Para aqueles que querem continuar. Ouçam atentamente pois só direi uma vez!
Ele ficava de pé sobre o relógio, e começava a falar.

-Mortes e armas são permitidas, não há lei alguma que vá impedir suas ações. Meu nome é Nemo e sou o examinador da primeira parte do exame. Vocês estarão sendo avaliados o tempo todo, mesmo que não percebam, então deem o seu melhor.
Ele exibe uma plaqueta, simples, com o número "1000" nela.


-Qual é a habilidade número um de um hunter? Rastreio e coleta. Existem 999 plaquetas como esta espalhadas pelo arquipélago. Peguem uma e vão para o prédio mais alto que conseguirem encontrar, a "Torre do Impossível" é onde acontecerá o segundo exame. Vocês tem até as 17hrs de HOJE para chegar lá. Não adianta chegar sem plaqueta ou com uma plaqueta falsificada, temos métodos para descobrir se vocês trapacearam no processo. Achando a plaqueta prendam em um local VISÍVEL da roupa.


Ele sorri, com uma expressão desafiadora.

-Não chorem pelos números pequenos de plaquetas, usem a lógica, intuição e percepção para entender que, o primeiro nível, apenas separa pessoas normais de pessoas com maior capacidade. E vocês devem saber, como futuros caçadores. Que este mundo é guiado pela lei do mais forte.

Ele salta, e simplesmente some no ar, sua voz ainda poderia ser ouvida.

-Boa sorte a todos, nos vemos ás 17hrs em PONTO!


No relógio, marcava 10:37. O discurso foi rápido, e a agitação tomou conta, a maioria saiu correndo em direções diversas. Não dava para ter certeza de nada ali.

Aquela região do arquipélago era tomado de cidades e prédios corroídos pelo tempo. Já não morava mais ninguém ali e a floresta estava recuperando seu espaço aos poucos. Era iniciado o exame, fazer alianças, conquistar o topo, continuar vivo, eram várias as tarefas, e o tempo estava correndo. Avante, aventureiros!


local atual 1:
local atual 2:

Com isso, iniciamos a campanha. Quem ainda quiser jogar, me avise que dá tempo. O primeiro post foi geral para facilitar. E dependendo do que cada um postar de início irei direcionar e dividir equipes. Bom divertimento a todos!



Última edição por Yukimaro em Dom 19 Out 2014 - 0:09, editado 1 vez(es)

Ver perfil do usuário

2 Re: Capítulo I - Início do Exame Hunter! em Sab 18 Out 2014 - 17:35

Vaskes

avatar
Level .3
Level .3
Ao chegar no porto, se vê diante de centenas de pessoas, então o garoto decidiu ficar ali por mais um tempo, afinal aquele seria o inicio para o exame Hunter, não queria que ele fosse aquele a ser o analisado por seus potenciais inimigos, e calmamente esperou pelo último navio.



Desde sua entrada no navio até o momento em que saiu ele permanecera neutro diante de tudo, até mesmo da íncrivel massa de pessoas que esperavam o inicio do exame, de dentro do manto negro, ele apenas procurava ficar adjacente à aquelas pessoas todas, encontrou o maior prédio mais próximo e adentrou na velha construção. Subiu ao topo e percebeu que não era assim tão alto como ele parecia de fora, mas era um local um pouco mais isolado, mas com uma visão bem ampla das pessoas lá embaixo, ele então fez questão de fechar a porta por fora do terraço, se aproximou da beirada, tirou seu capuz, deixou sua mochila um pouco mais ao lado e ficou apenas observando os demais competidores, só então ele percebera a diversidade, suas caracteristicas, e notou que alguns procuravam apenas a glória, pois não possuiam perfil algum para estar em um local daqueles, como algumas das crianças ali, isso mudara seu semblante diante do exame, talvez ele mesmo não tivesse o "perfil", mas tinha sua prórpia motivação.

Após uma hora e meia, aproximadamente, ele ficou ali apenas observando todos, se divertia com um pouco da pseudo-antropologia. Foi ai que o examinador se mostrou diante dos competidores, ele ouvia em alto e bom som as palavras do homem acima do relógio, ao ver a placa com a numeração, logo ele percebeu que eles haviam sido diminuídos à 999 competidores, apenas os com habilidades de encontrar a plaqueta seriam capazes de passar, mas essa primeira prova vai muito além disso, e sabendo de suas opções ele sorriu.
Viu as pessoas correndo em diversas direções com o final do monólogo do primeiro examinador e seu "desaparecimento", com isso ele se levantou, limpou suas roupas se certificando das posições de cada peça que carregava enquanto olhava ao seu redor, a maior torre, dali de cima não seria dificil encontrá-la, a direção ja tinha sido definida, ele então observa com um pouco mais de anteção para um ou mais lugares onde uma plaqueta poderia estar escondida.

"- Se houver um lugar, seria pelo menos dentro de uma das construções, pelo menos uma." - Pensou enquanto se voltava e abria a porta. "- Se eu não encontrar aqui, há mais uma opção viável." - Ele olharia por todo o prédio e pelo seu caminho até a torre, se não a encontrasse, era só chegar antes em seu destino e pegar "emprestado" a de alguem.

Coloca a touca de seu sobretudo novamente e sai do terraço a procura da plaqueta, ou de alguem "desprevinido".

Ver perfil do usuário

3 Re: Capítulo I - Início do Exame Hunter! em Dom 19 Out 2014 - 10:49

Shinseiber

avatar
Level .1
Level .1
Drake embarcou no navio pela primeira vez em muito tempo: sem estar guiando-o, ele não sabia o que esperar do exame, mas as suas expectativas quanto a isso foram ofuscadas pela presença de todo o tipo de gente que ali poderia imaginar, diria que até se enganara por possivelmente entrar em um navio errado pela presença de crianças, se não fosse a clara presença de candidatos dispostos a usar todos os meios possíveis para atingir seu objetivos, seja novato ou veterano.

O espadachim ficou isolado da maneira que podia (pois a multidão preenchia todo o navio) observando as pessoas com o potencial de passar na primeira etapa, o barulho era grande e não era possível distinguir as falas, por conta disso, logo perdeu o interesse.

Após desembarcar, Drake não possuía fome, mas buscou no porto uma refeição leve a fim de não consumir a refeição que tinha dentro de sua bolsa e se mantendo assim, satisfeito. Ele permaneceu sentado observando impacientemente as pessoas ao redor, às vezes tamborilava os dedos e às vezes brincava com uma peça de xadrez (rei preto) que sempre trazia consigo, sem nenhum motivo aparente. Para ele, toda observação antes do exame poderia ser útil - somado ao fato de sua intuição, que dizia ter cautela para não se apressar a entrar no local -.

Dentre suas observações, aqui estão algumas: Certas pessoas que vieram não iriam prestar o exame e foram ao local para comercializar armas; não era autorizado entrar em prédios e algumas pessoas que vieram prestar o exame em grupos buscavam se afiliar a outros candidatos.

Um dos grupos que estavam na parte de fora convidou Drake, que friamente recusou sobre uma meditação própria que era: " Os únicos aliados que você certamente tem nesse lugar é eu mesmo e minha espada ".

Com 5 minutos restantes ele chegou ao local e dado o início do exame, ouviu as instruções de Nemo .

" É realmente estranho terem liberados os prédios agora, depois da fala do Sr. Gato, acredito que tenham algumas placas espalhadas pelas construções, mas talvez isso seja uma indução a levarem as pessoas para armadilhas, sendo que não se consegue enxergar muito bem dentro dos prédios na parte de fora " - Disse Drake revivendo seu ideal de não confiar nas pessoas.

Primeiramente foi em um local alto e procurou avistar a segunda etapa do exame, não teve certeza se obteve sucesso, em seguida, procurou pela placa em frestas, debaixo de pedras, dentro de algumas árvores, em todos os lugares não-visíveis da parte de fora que podia, enquanto tornava a observar as pessoas a fim de ver quais lugares elas obtinham sucesso.

"Qualquer coisa, eu vou buscar a sorte enfrentando um candidato perto da Torre do Impossível, espero que eu acabe logo com essa brincadeira de pique-esconde, apesar de que eu tenha certeza de que vou querer descontar em alguém depois, vou ser tolo em batalhar sendo que ainda é o início do exame. É muito pouco se forem tentarem me parar assim, malditos!"



Última edição por Shinseiber em Dom 2 Nov 2014 - 7:11, editado 1 vez(es)

Ver perfil do usuário

4 Re: Capítulo I - Início do Exame Hunter! em Sab 25 Out 2014 - 19:29

Marinah

avatar
Level .2
Level .2
i]Annabeth afastou a franja com um gesto contido de sua cabeça, o vento fazia seus olhos ficarem ocultados pelos cabelos, o que impediam de ver o que exatamente ela olhava. Para alguns não significava bada, mas para ela qu era uma observadora nata era crucial ver seus adversários. Ela desembarcara do ultimo navio em passos lentos e contidos, deixando muitos passar a sua frente para ela poder observar cada um e o que carregavam. Ela chegou a uma conclusão: metade morreria com certeza e seria por culpa da outra metade: se não morte físca, seria morte moral ou psicológica.

Mas quem era ela para falar em morte? Ela já estava morta, nem podia usar seu verdadeiro nome!

Ao se aproximar do centro e ter aquela cena, do examinador e da tarefa de encontrar as 1000 placas, ela suspirou baixo e friamente. "Isso seria cansativo" pensou consigo mesma "Vou ser atacada com certeza e serei obrigada a matar por culpa disto, uma plaquinhas"

Ao aguardar o lugar ficar mais vazio, com aquele anuncio e com certeza aguardar os baderneiros sair correndo em busca das placas ela mesma. Encontrar a torre mais alta não seria problema, logo tinha que achar a plaqueta. Tranquilamente, de modo silencioso e de passos firmes, ela se retirou do lugar, seguindo para algum beco próximo de onde estavam.

A Primeira busca seria naquela cidade mesmo, afinal o que é rastrear sem antes olhar debaixo do próprio nariz. Ela ia começar rastrear em cima do relógio aonde o examinador estava.
[/i]
[ Solicito teste de Percepção ]

Ver perfil do usuário

5 Re: Capítulo I - Início do Exame Hunter! em Qua 29 Out 2014 - 12:25

kamui

avatar
Level .3
Level .3
Veio dormindo praticamente a viagem inteira, era raro ter um descanso,mesmo em um sábado, a agência tomava muito de seu tempo, e as entregas eram outras maneiras de ter acesso a lugares e informações, logo sua rede estaria grande o suficiente, e quando ele se tornasse hunter as possibilidades seriam inimaginaveis...

Talvez por ser baixo ou por parecer um rosto na multidão não teve nenhum problema com encontros aleatórios, e nenhum outro hunter pareceu se importar com ele.

Saiu do navio ele já tinha vindo preparado, trazia sua própria agua e uma ração simples, sabia que o exame era algo arduo, então se preparou para o pior, Afinal este era o seu lema: - Se prepare para o pior e torça pelo melhor.

Se espreguiçou e tentou pensar primeiro no óbvio ... Coletar informações, primeiro sobre os participantes, primeiro eliminou do seu campo de visão aqueles que se mostravam muito, reparou nos primeiros que saiam e nos que ficavam para trás e como eles agiam. Ele não era bom em pensar nessas coisas, ele preferia agir do que pensar, bom ele enchergava bem, então se faria dessa vantagem, teria que subir em algum lugar alto para visualizar uma boa parte da ilha, onde o instrutor estava era bem alto... quando olhou já tinha alguém lá em cima, será que ela pensava como ele...

Assustador ver quantas pessoas poderiam morrer já de saida... procurou se afastar lateralmente não queria ser responsável pela perda de ninguém, já bastava as que ele mesmo carregava.

Ver perfil do usuário

6 Re: Capítulo I - Início do Exame Hunter! em Qui 30 Out 2014 - 2:38

Tuninhu

avatar
Level .1
Level .1



Halev embarcou no ultimo barco para o exame, usando uma túnica negra puída muito larga que só torava visível as mãos e uma parte do rosto. Ele decidiu se aproveitar a aparecia miserável que a sua vestimenta e suas mãos mutiladas transmitiam para se passar por um idoso moribundo, isso lhe daria uma margem de manobra para qualquer eventualidade, seja para afastar os demais participantes que receariam de pegar seja lá o que ele tenha ou para rapidamente matar algum desavisado da sua real força. Pouco antes de embarcar ele decidiu levar com sigo um pedaço de madeira que encontrou no porto, para dar mais veracidade no personagem que acabara de criar...
Ao chegar no local do exame percebeu que sua tarefa seria mais difícil do que imaginava, Halev nunca se viu entre tantas pessoas, tanta vida aquilo o deixava profundamente confuso devido a sua forma singular de ver o mundo e pelo fato do sangue “daquele que deve ser alimentado” se tornar insuportavelmente inquieto. Halev se sentiu aliviado de ver que seu disfarce avia funcionado pois as pessoas evitavam até mesmo lhe dirigir mais do que um olhar de desprezo, ele se afastou e se ateve a observar. Aparentemente existiam pessoas de todas as idades essa diversidade o agradou pois com certeza seria mais fácil de se misturar na hora que a situação exigisse. Passado algum tempo alguém se elevou a os demais e começou a fazer um anuncio e explicar as regras da primeira fase do exame. Passado o anuncio a multidão começou a se dispersar o que foi uma grata surpresa, devido a sua orientação espacial seriamente debilitada devido a o numero imenso de forças vitais ali presentes. Halev decidiu esperar um pouco e vagarosamente começo a se dirigir para o local de encontro, ele pretende se aproveitar da obvia confusão que vai se criar ali para sorrateiramente apunhalar alguém e arrancar a desejável plaqueta do corpo sem vida de algum pobre coitado e assim seguir adiante. Halev sabia que teria que ter paciência tanto com o sangue que gritava em seu espirito exigindo ofertamentos tanto quanto para achar a sua vitima perfeita.

Ver perfil do usuário

7 Re: Capítulo I - Início do Exame Hunter! em Sex 31 Out 2014 - 13:18

Fear

avatar
Level .2
Level .2
Ele não se sentia bem vindo por mar, preferia ter vindo de avião, mas essas eram as condições do exame, então acataria .
Saiu com toda aquela gente lá, todos aparentemente desconhecidos,formar alianças não era um dom seu, buscar informações muito menos, talvez teria que passar para a ultima opção, arrumar um otário qualquer e catar as plaquetas. primeiro forrar a barriga seria necessário, procurou um restaurante adequado, não muito chamativo mas com estilo que seu requinte sugeria.

-Bom estar preparado para tudo, vou precisar de dinheiro também caso precise de algum passe livre, foi bom ter trazido. Mas para as outras ocasiões tenho você.-Bate no cabo da espada quase imperceptivel na parte de dentro das vestes.

Após ter comido chegou ao lugar exatamente as 10:30, viu muitos rostos estranhos, até mendingos, realmente este exame aceitava qualquer tipo no teste, alguns páreciam fortes, outros portavam armas, a maioria de pouca qualidade ou mal forjada, outras mal cuidadas, porém duas ou três emitiam uma aura diferente, então decidiu marcar bem os tres, um dos quais após o anuncio do examinador partiu na frente em direção aos prédios, realmente poderia ser uma boa idéia. Seguiu em direção ao outro  que ficava em frente a este mas se dirigiu para a cobertura para ficar de olho nos que entravam nos prédios vizinhos e no seu próprio.

Ver perfil do usuário

Alicia Han

avatar
Administração GM
Administração GM
Os olharesque recebia eram dolorosos, os murmurinhos pareciam vaias e urros contra ela. Ariadne se abraçou e ficou ainda mais encolhida no canto da embarcação,no convéis, observando os vários seres a sua frente. O exame hunter era seu objetivo, se tornar uma paramédica respeitada. Mas pelo visto isso seria muito, mas muito dificil.

Com um suspiro de alívio eal sentiu o navio atracar, mas ao ver aqueles milhares de pessoas ela quase teve uma parada cardiaca e seu sangue, já gelado, quase petrificou em gelo nas feias e na imensa cauda de serpente. Todos a olharam, uns com terror outros com nojo. Silenciosa, serpenteando entre as pessoas ela parou em um canto e ouviu a instrução de encontrara as placas. Ao ver muitos se espalhando pelo lugar, ela finalmente decidiu se mover, primeiro fechou os olhos e depois aguçou seus sentidos. Uma lógica veio em sua mente. A placa que o instrutor havia segurado tinha cheiro, e assim como a placa o tinha, as demais também teriam o mesmo cheiro,. logo ela começou a se mover para achar a placa que lhe mudaria o destino.



Ps; usando sentidos especiais.


_________________


Ver perfil do usuário

9 Re: Capítulo I - Início do Exame Hunter! em Qua 5 Nov 2014 - 20:36

Yukimaro

avatar
Administração GM
Administração GM
[Estou postando a ação deste turno, todos estão aprovados, mas ainda faltam ajustes, Fear, escreva um pouquinho mais no seu background por favor! E Tuninhu, esqueci de avisar, na parte "Guardião de Artefato" detalhe um pouquinho qual artefato é este, independente do background, para facilitar. Durante a semana, aprovarei as fichas que restam e farei as mudanças pequenas necessárias,s e atentem á notas de mestre em QUOTES que colocarei aqui, ok? Vocês foram divididos por ações e qualidades similares, não por amizades.]




1º Grupo
- Edward Von Crimson
- Annabeth Long

Era fato que muitos ainda se encontravam na cidade, em esquinas, entrando em prédios, ou mesmo procurando em carros abandonados. Mas algo chamou a atenção dos dois: dentre vários prédios. O mais velho deles ali, com janelas todas quebradas ou cheias de musgo, estava sendo ignorado. A razão era óbvia, e chegava a ser estúpido: uma grande quantidade de concreto e escombros bloqueava a entrada principal.

Dali, os dois visualizavam uma possibilidade: ora, se a primeira etapa do exame se encerraria naquele mesmo dia. A questão não seria ir longe, e sim, encarar as dificuldades de obter a plaqueta! para aquela região abandonada. Qualquer local poderia ter uma plaqueta, mas que tipo de situação ela se encontraria?

os dois encontram uma janela não muito alta, semi aberta que poderia ser usada para entrar facilmente no prédio. A outra entrada mais perto seria pela saída de incêndio, mas seria necessário um bom salto ou apoio para ser alcançado. Ambas as entradas pareciam estar sendo ignoradas. Porém Annabeth tem a certeza de ter visto um vulto nos andares de cima...

vocês não estão juntos, mas participam da mesma cena e poderão se encontrar. Marinah não se preocupe com testes inicialmente. Quando precisar ou for uma cena mais crítica eu aviso, por hora pense apenas no roleplay ok? Sua personagem tem percepção alta. Então não terá riscos por enquanto (e quando tiver, aviso).




2º Grupo
- Yahiko Ryuu Drake
- Shakugan no Ryuzaki
- Halev




Poucos ficaram até o final, Drake, assim que pode, subiu em uma torre de rádio abandonada e enferrujada para ter visão do local. Ryuzaki estava próximo e assistia a cena, enquanto Halev se preparava para o movimento.

Drake vê várias criaturas estranhas sobrevoando a cidade, como se caçassem algo..E tinha um mal pressentimento sobre aquelas coisas. Quando viu que uma criatura o percebeu, desceu rapidamente. Com tempo apenas de verificar que um grande bloco de pessoas ia diretamente para a torre do Impossível. Provavelmente esperariam os outros participantes se aproximarem cansados para roubar as plaquetas. Ao tentar descer, Drake se desequilibra em um dos degrais mais baixos e cai sobre Ryuzaki.

Os dois ficam caídos, enquanto Halev percebe a agitação e se aproxima instintivamente. Quem sabe tinham encontrado plaquetas? A visão de um homem extremamente exótico estava na frente de Ryuzaki e Drake.

A situação só não ficava mais estranha a cada momento que passava. Não existia mais ninguém ali fora os três. Mas ainda estava agitado ali. Todos os locais próximos já tinham sido ocupados. Estava fora de cogitação a não ser que quisessem combate direto.

Ali. Os três começavam a perceber o problema do exame: nenhum navio ou nenhuma alma viva naquele local além dos três. Nenhuma ferramenta de localização também. Cabia ao trio decidir (individualmente ou interagindo) como lidar com aquilo, no norte (que ficava na frente do grupo) foi onde a grande maioria dos participantes correu, então dificilmente encontrariam algo fácil por aquele caminho. Então algo acontece: um prédio ao leste do ponto inicial desaba. Um estouro e grande agitação vinha daquela direção, embora o campo de visão fosse limitado, tinham certeza de várias criaturas ou pessoas naquela área. Era a grande chance de encontrar algo, ou cair em uma pequena guerra.

Parece que não teriam opção,já que os pássaros que drake viu, agora vistos como abutres gigantes,  vinham do oeste em direção ao trio. Morrer sem nem menos se mover no exame hunter, seria o destino deles?

Vocês foram unidos pelas ações mais "preparativas". E estão pertos e visíveis uns para os outros. Tiveram ações e opções mas ainda não se movimentaram. Entendam que estão metros de distância um do outro no final da minha ação.



3º Grupo
- Kamakura Kamikaze Saii
- Ariadne Serpentarius

A lógica de Kamakura e os sentidos de Ariadne pareciam não mentir: os primeiros prédios estavam amarrotado de pessoas. Ariadne já ouvia sons de espadas, gritos e outros sons que indicavam lutas. Ali, no começo, não seria resolução de nada,

Kamakura percebeu isto também, embora em uma escala menor (percepção alta e perícia valeram) então logo se afastaram do local inicial onde as informações foram distribuídas. Foi a dupla que foi mais longe, embora não se conhecessem, percebiam a presença um do outro pelas capacidades auditivas e de rastreio. Percebiam também mais uma presença, esta estava próxima, mas era ágil e discreta suficiente para não saberem de que direção se tratava.

Se viram quase nos limites da cidade, onde a floresta já tinha começado a dominar novamente, e as construções eram menores. Ali, notaram pelo menos 5 pessoas, e um sentimento de desconfiança vindo de uma loja de conveniência abandonada. Vidros rachados, o musgo e a natureza dominando o estabelecimento. Parecia o local perfeito para uma emboscada. Ao mesmo tempo, era o local perfeito para se esconder plaquinhas daquele tamanho. Afinal, prateleiras e produtos vencidos abandonados não faltariam. A presença das pessoas estava dispersa na região: não eram um grupo. E aquela presença que os seguiu até ali estavam perto. Kamakura e Ariadne tinham contato visual um do outro, mas ainda estavam distantes.

Ariadne, o faro não te ajudou por que não necessariamente foi o examinador que espalhou as placas. Como estão escondiads, você pode até sentir, mas ainda ficaria confusa. A audição dos dois foi o fator determinante. O local citado na ação é o ÚNICO que chama a atenção





NOTA: Desculpem possíveis erros de digitação, estou acostumando com o novo teclado e estou sem corretor ortográfico para auxiliar.

Ver perfil do usuário

10 Re: Capítulo I - Início do Exame Hunter! em Qui 6 Nov 2014 - 0:26

Tuninhu

avatar
Level .1
Level .1
Depois do corre-corre inicial Halev começou a andar calmamente na direção onde as forças vitais se enfraqueciam rapidamente. ( Halev é portador do sangue “Daquele que tem fome” basicamente ele é menos que um vivo e mais que um morto o sangue em seu corpo reage a vida a sua volta e ele enxerga apenas a força vital dos seres vivos). Mas ele se viu atraído por uma cena curiosa aparentemente dois participantes estavam se engalfinhando, provavelmente por uma plaqueta, valia a pena investigar. Pela primeira vez em tempos Halev se viu correndo furtivamente até uma direção segura da aparente luta, se ateu a observar o aparecimento da tão desejável plaqueta. Dado alguns instantes Halev percebeu algo vindo do céu o sangue se eriçou talvez houvesse alguma coisa poderosa se aproximando foi quando as vozes o direcionaram para outra direção bem atempo dele presenciar alguma construção próxima desabando... Uma profunda dor lacerou o seu corpo o sangue estava penetrando para dentro de seu corpo, a primeira vez em anos, os olhos de halev sangravam a sua boca expelia generosas golfadas de sangue, isso significaria que a sua existência estava ameaçada? Halev ficou pronto para sacar a sua adaga concentrando toda a sua atenção para seja lá o que saísse da fumaça dos escombros. Aparentemente as dificuldades só se acumulavam para Halev. Ele apesar de assustado se mantinha firme esperando quem sabe alguma valiosa orientação que as vozes poderiam lhe dar.

Ver perfil do usuário

11 Re: Capítulo I - Início do Exame Hunter! em Seg 10 Nov 2014 - 19:47

Shinseiber

avatar
Level .1
Level .1
Drake tinha um bom coração, mas não era lá muito esperto (coitado).

Ao tentar subir, as únicas coisas que conseguiu ver foram os abutres e os seus concorrentes. Apesar da queda, parece que ao menos foi útil conseguir visão dos arredores.

- Droga, se essa árvore maldita fosse um mastro de navio, era certeza de que eu não iria cair. Aliás, eu não cai em cima de alguém? Bem, tanto faz.

Com pouco caso, ele se levanta com um pulo. Olha o estranho homem na sua frente e percebe que a atmosfera é diferente, parecia que ele estava lá propositalmente, a presença chamava tanto a sua atenção que simplesmente esqueceu dos outros candidatos ao lado. Aquele homem poderia ser um veterano ou mesmo um examinador.

Imediatamente colocou a mão na empunhadura da espada, pronto para sacá-la se necessário. Embora os abutres estejam indo em sua direção, ele decidiu ao menos fazer uma pergunta que tinha poucas expectativas para ser respondida:
- Ei esquisito, quem é você ?

Ele não era experiente o bastante para analisar a força do oponente, então em todo o caso decidiu que se tudo desse errado com o desconhecido em sua frente, correria para o leste o mais rápido que poderia e se dissiparia com a multidão.

"Veremos o que ele quer e se ele entende de negócios"
Pegou a peça de xadrez equivalente a o rei preto que sempre trazia consigo, jogou para cima:

- Parece que o jogo mal começou e estou em xeque, hein? Termine a sua jogada. - Dando um sorriso desafiador.

Ver perfil do usuário

12 Re: Capítulo I - Início do Exame Hunter! em Qua 12 Nov 2014 - 5:44

Alicia Han

avatar
Administração GM
Administração GM
Ariadne ficou confusa, era a primeira vez que exigia tanto de seus sentidos e os mesmos a levaram para bem longe, ela sentia que estava a caminho de um lugar indeterminado, sem falar que estava a caminho de um lugar que outras duas pessoas também iam em direção.

E este caminho a fez encontrar outras 5 pessoas, mas visivelmente uma das que também seguiram o caminho que ela fez. Após ficar parada quase 3 minutos, observando o jovem do outro lado, ela finalmente tomou coragem e entrou na loja de conveniência. Não era perigosa, mas por via das duvidas ela suspirou e rastejando em seu serpentear ela foi soltando o som de suspiro de uma cobra, um sibilar por entre seus lábios a fim de causar uma impressão mais ameaçadora, mesmo sendo ela não tão ameaçadora assim. Era deprimente, mas teria que usar sua má fama para se proteger e intimidar quem é que estava ali para ela poder encontrar a plaquina naquela loja.


_________________


Ver perfil do usuário

13 Re: Capítulo I - Início do Exame Hunter! em Qua 12 Nov 2014 - 21:25

Marinah

avatar
Level .2
Level .2
[i]Annabeth olhou atentamente o lugar, a lógica prevalecera e com inesperado acerto sua atenção se voltou para um prédio abandonado. Se direcionando ao mesmo pode perceber que havia duas formas de entrar no lugar, que pelo visto já estava sendo explorado por alguem. Atentamente observou o ugar e constatou que o melhor seria a janela.

"Preciso evitar ficar em desvantagem..."

Indo até a entrada ela empurrou o que havia de possível obstrução e entrou no lugar, pulando a janela. Seus instintos apurados, buscando identificar qualquer armadilhas ou inimigos, ou até mesmo um animal oculto uma vez que o lugar estava abandonado. Com certeza havia a possibilidade de haver um confronto por culpa daquela plaquinha. Que assim fosse e sacando sua arma, ela começou a caminhar comodo adentro, observando o que era exatamente aquele lugar. Ou corrigindo-se, o que foi

Ver perfil do usuário

14 Re: Capítulo I - Início do Exame Hunter! em Qui 13 Nov 2014 - 23:39

kamui

avatar
Level .3
Level .3


Ryuzaki prestava atenção aos abutres quando algo o atacou e o jogou no chão, não conseguia se mover por que o que estava em cima dele era muito pesado... será que já perdera nos primeiros minutos do exame hunter? já estava ficando sem ar quando instantaneamente o peso sobre ele foi aliviado, e pelo jeito era outro participante, pois como uma matraca começou a falar de navios e mastros??? Não aguentou e decidiu dar vasão a sua frustração...

Se levantou de um salto e gritou a plenos pulmões:
-Mas que droga seu idiota por acaso vc é cego não olha por onde anda sua besta quadrada, por que não usa óculos!!!...

Assim que terminou de falar viu que o homem realmente era meio cego, e o outro que estava próximo parecia mais ainda... Ficou desconcertado com suas próprias palavras pois não era de seu feitio cassoar de deficientes fisicos ou de qualquer outra espécie...

Ficou sem jeito e tentou de alguma forma remediar o ocorrido:
- O... Olá sou Ryuzaki Sha...  Ryuzaki Gray muito prazer em  conhecelos...
Aparentemente sua saldação ficou no ar pois aparentemente um competidor olhava para leste enquanto outro olhava para o primeiro competidor fazendo mais coisas estranhas...

-Meu deus... Esse exame hunter é mesmo muito estranho...
Decidiu olhar para o lado que o cego olhava... Se perguntava logo em seguida porque estava fazendo isso... ele era cego!!! Lembrou dos abutre e tentou reaver a percepção deles o mais rápido possivel...

Ver perfil do usuário

15 Re: Capítulo I - Início do Exame Hunter! em Sab 15 Nov 2014 - 12:45

Vaskes

avatar
Level .3
Level .3
Sua aproximação do prédio que estava sendo ignorado pelos demais participantes dada a sua dificuldade culminava com a de outra participante, haviam duas possiveis entradas um pouco mais difultosas do que seria se não tivesse tanto concreto por ali obstruindo as entradas e saídas normais.

Se aproximando um pouco mais conseguiu observar a garota adentrando na construção pela janela, a entrada mais fácil, ele não poderia usar a mesma entrada, afinal ficaria em desvantagem caso houvesse uma das plaquetas no local e a garota chegasse antes, seria mais inteligente evitar um confronto direto logo na primeira etapa, se possivel. - Me parece que não tenho mais muitas opções. - Então, já que o lugar não estava sendo muito observado ele decidiu usar suas melhores habilidades à seu favor, puxando e encaixando a base de sua foice, deixando a lâmina ainda escondida, mais parecia um bastão curvado simples com uma corrente presa e oculto em sua base, ele correu em direção à saída de incêndio e com um movimento do bastão ele joga seu corpo para cima fintando no ar com uma simples acrobacia chegando na saída de incêndio, com isso ele já podia entrar com muita cautela usando sua habilidade de furtividade para ser rapido e preciso sem chamar atenção enquanto procura a plaqueta antes da garota.

Ver perfil do usuário

16 Re: Capítulo I - Início do Exame Hunter! em Sab 29 Nov 2014 - 11:28

Yukimaro

avatar
Administração GM
Administração GM


Desculpem a demora, ainda nem arrumei algumas fichas de vocês. Estou quase saindo de férias e arrumo tudo.



1º Grupo
- Edward Von Crimson
- Annabeth Long


Edward teve um pouco de dificuldades se comparado a Annabeth, mas ambos consegue entrar no prédio. E logo se deparam com uma iluminação bastante precária(as janelas estavam bloqueadas com tábuas e o prédio era velho. Não tinha nenhuma lâmpada ou fonte de luz artificial.) a  pouca visibilidade disponível se dava por festas e rachaduras do prédio. Deixando o clima ainda mais suspeito para ataques e armadilhas.

Dentro do prédio (e em andares diferentes) o silêncio era absoluto. Ali, qualquer passo (ou seja, Annabeth e Edward se ouviam mesmo em andares diferentes) era ouvido. Talvez essa fosse a única vantagem naquele ambiente. Lá, seria possível ouvir qualquer aproximação, e por isso mesmo percebiam alguns passos além de dois, talvez duas outras pessoas estavam ali. Nos andares superiores, sinal que mais gente tinha pensado parecido com eles.

Dali, não teriam muito o que procurar. Os móveis estavam quase todos destruídos e deteriorados pelo tempo. O cheiro de mofo e coisa velha era forte, mas não chegava a incomodar.

Para ajudar, o chão rangia: era velho suficiente para o chão ceder a qualquer momento. O que fazer? Nos andares que Annabeth e Edward entraram, não tinha nada além de escadas. E as escadas levariam a um encontro cedo ou tarde.

prédio:

2º Grupo
- Yahiko Ryuu Drake
- Shakugan no Ryuzaki
- Halev

Era espantoso a reação de Halev para os dois candidatos ali naquele momento de confusão. Ele parecia estar MUITO mal, sangrando, mas não perdia a compostura. O ser que ali ficava diante deles era uma visão surreal naquele cenário abandonado do exame hunter.

Apesar da cena cômica, durou pouco: Drake tomou a iniciativa ali. Embora desconfiassem uns dos outros, acabaram por seguir o mesmo caminho a leste. Com Drake correndo na frente, Ryuzaki logo atrás e Halev em uma distância segura deles, Halev estava debilitado se comparado aos outros dois mas seguia a equipe. Afinal, se quisessem matá-lo. Todos estavam armados ali.

Com a agitação se aproximando. O grupo instintivamente se preparou para trabalhar em equipe: naquela bagunça do leste. Viram corpos no chão de alguns competidores. E o cheiro de pólvora ainda era forte: alguém explodiu aquele prédio. Mas por que?

Ryuzaki vê, em meio aos escombros, uma plaqueta, mas estava queimada e faltando metade: não valeria para passar no exame. Mas deveria ter mais, certo? São mil!

Halev, que estava mais atrás, conseguia leituras de sangue. Às vezes tinha essa vantagem. Ele percebeu que tinha pelo menos [i] três pessoas de porte pequeno na área. Entre as árvores e em pontos cegos do local.

Drake estava a frente e não notou nada até agora. Mas viu uma plaqueta intacta presa em uma árvore não muito longe dos escombros. A plaqueta "102". O que fazer?

Era bastante provável que fosse uma armadilha e os três pensavam isso.

3º Grupo
- Kamakura Kamikaze Saii [Não postou]
- Ariadne Serpentarius


Usar sua agilidade e flexibilidade foi extremamente estratégico para Ariadne. Ela entrou na loja sem problema algum. Mas percebeu três pessoas entrando pouco depois dela. A loja, com poucos produtos nas prateleiras (que por sinal já estavam vencidos) não teria muito onde se esconder, exceto o balcão em que todas as compras eram realizadas. Oco por baixo, Ariadne entrou sem o menor problema e se encolheu ali.

Estava sujo, mas tinha algo que ela precisava muito: uma plaqueta, com a numeração "35". Agora, com a plaqueta em seu domínio, como sair daquela situação?

Sua cauda logo seria vista: era impossível esconder seu corpo inteiro no balcão.O barulho que tinha feito até a gora a pouco assustou um dos três que entrou ali. Provavelmente alguém com fobia de cobras. Os outros conversavam entre si, procurando plaquetas. Até que um fala:

- Não acha estranho ter uma cobra aqui e do nada o som parar? Será que não é nenhum engraçadinho não? Ainda precisamos de 2 plaquetas pra nossa equipe...e acho que tem alguém aqui...

O que a garota serpente poderia fazer para sair daquela situação? A saída de emergência estava bloqueada por escombros. A entra (por onde ela veio) não estava visível. Ela poderia vasculhar por itens antes de ser encontrada ou tentar a ventilação, mas provavelmente seria vista antes de entrar no tubo.


Ver perfil do usuário

17 Re: Capítulo I - Início do Exame Hunter! em Dom 30 Nov 2014 - 16:43

Shinseiber

avatar
Level .1
Level .1
* Alguns momentos antes do movimento para o leste.

"Aquele homem se manteve quieto, não posso perder tempo no exame, espero que ao menos não morra".

Em meio a correria, Drake ENFIM reparou nas duas pessoas que estavam atrás dele. Então ele disse:

- Ei, você, baixinho de vermelho, por algum acaso você tinha me chamado? Eu não tinha dado atenção, foi mal... (droga, estamos correndo, será que ao menos ele está me ouvindo? Bem, capaz dele ficar mais nervoso agora, se bem que para mim, tanto faz).

E então Drake passou se dissipou na multidão, sentiu o cheiro de pólvora e se preocupou, estava no meio do caos e não saberia dizer ao certo o que fazer. Até que avistou a árvore com a placa  de número "102".

* Momento atual.

" Aquela placa... Será que realmente estava escondida lá, ou é apenas uma armadilha? " Para ele, não importava a situação, todo momento exigia cautela.

" Esse cheiro de pólvora não é de nenhuma arma que conheço, preciso ver de onde está vindo o tiro e, mais do que pegar a plaqueta, me manter vivo! "

Então o candidato correu em direção à árvore e deu uma cambalhota para aproximar dela. Em um movimento destro sacou sua espada e a empunhou em posição de combate, ao lado da árvore.

" De onde eu estou, posso ver se algum maldito tente pegar minha plaqueta e consigo ver (eu acho) para onde a multidão está se movimentando e se em meio dela, heh, consiga perceber o que está acontecendo neste lugar. Há! Sou um gênio pensante"!

Parece que Drake não se recuperou do trauma de ter uma queda ridícula. Estava com medo de subir em uma simples árvore. Em seguida, falou baixinho com sigo mesmo:

- Se esta explosão vier de alguma artilharia, as coisas neste lugar vão ficar ainda piores...

Ver perfil do usuário

18 Re: Capítulo I - Início do Exame Hunter! em Ter 2 Dez 2014 - 7:48

Marinah

avatar
Level .2
Level .2
Annabeth suspirou, mas sem alterar sua fisionomia fria e distante. Lentamente ela começa a caminhar observando o lugar, tudo deteriorado e sujo, antigo comodo que vem atravessando o tempo intocável até aquele momento. Não demora para perceber que de nada ali conseguiria e, ciente da existencia de outras pessoas, ela começa a caminha em direção as escadas, subindo em direção ao proximo andar, mas mantendo sua espada já em mãos. Se uma coisa sabia muito bem é que não tardaria para derramar sangue em batalha.

Ver perfil do usuário

19 Re: Capítulo I - Início do Exame Hunter! em Qui 4 Dez 2014 - 20:08

Vaskes

avatar
Level .3
Level .3
Edward passava pelos cômodos tocados impiedosamente pelo tempo, ainda com o bastão de sua arma em mãos, ele ouvia os passos acima e abaixo dele, um pouco preocupado por terem encontrado uma das plaquetas antes dele, se possivel gostaria de evitar confrontos desnecessários, mas em pouco tempo ele percebeu que seria inútil continuar com essa ideia.

- Droga...pelo visto terei que fazer algo a respeito dos demais que estão aqui
- Falou para sim mesmo em um tom realmente muito baixo.

Então decidiu subir as escadas, se preparando para encontrar aqueles que ja estavam lá com o mesmo objetivo que ele, de fato seria uma tarefa dificil combater em um lugar relativamente apertado como aquele, usando sua arma completamente montada, o ideal seria fazer com que os individuos que estivessem nos andares de cima continuassem subindo até o último andar, o local provavelmente seria aberto e teria mais facilidade se precisasse participar de uma luta. Com isso ele parte com certa velocidade subindo as escadas, o som emitido dentro da construção já havia denunciado sua existencia e posição ali, o ideal seria fazer com que pensassem que ele estava pronto para atacar todos, e espantá-los para os andares superiores e atingir seu objetivo.

Ver perfil do usuário

20 Re: Capítulo I - Início do Exame Hunter! em Qui 11 Dez 2014 - 9:39

Tuninhu

avatar
Level .1
Level .1
*Alguns Momentos antes da movimentação para o leste.
Enquanto Halev estava vendo o sangue de seu corpo ser rapidamente expulso de seu corpo pelo sangue maldito que violentamente reivindicava espaço dentro de suas veias... Ele se perdeu dentro de si mesmo, o que estava acontecendo, onde ele estava o que ele é, o que é esse lugar? Qual o significado de tudo isso? E tão rápido quanto tudo isso ocorreu a resposta chegou até ele, nada disso importava. Sua existência estava ameaçada o sangue estava ameaçado, isso é mais importante que tudo, o mundo precisa ser devorado, “ele” precisa ser alimentado!
Halev emergiu de si não havia duvida, hesitação, medo nem amarras ele cuspiu o que sobrava daquele sangue fraco e podre agora ele estava seguro as vozes retornaram tão claras e vivas quanto aquele jovem que gesticulava a sua frente.

Mais alguns segundos se passaram e Halev começou a perceber o mundo a sua volta, estava finalmente despertando de seu torpor, quanto tempo havia se passado, um minuto uma vida?
Completamente irrelevante, os desígnios devem ser cumpridos.
Para Halev era difícil se manter focado. O sangue era inconstante, o arrastava a demência qualquer deslize na hora errada e sua existência estaria perdida, quanto mais o sangue quer uma coisa mais histérico e confuso eram sua palavras.

Halev ouvia o sangue o tempo todo mas geralmente conseguia ignora-lo se preciso, interpretar o que ele dizia exceto nessas ocasiões em que o sangue se sentia ameaçado ou quando ele queria muito uma coisa. Infelizmente para Halev esse era o caso.
O sangue gritava como um mercado de peixe particularmente lotado:
“Siga esses dois, eles podem ser uteis.”
E Halev obedeceu, os seguiu de uma distancia segura.
“Olhe a sua volta existem três talvez mais, rasgue um deles faça com que ele sofra, gosto de ver a sanidade se esvair enquanto sangram.”
“Isso mate!”
“Temos fome.”
Mate o menor,...sangrar,...rasgar. Olhe!!

Foram as únicas coisas que Halev entendeu, o resto era completamente inteligível.
Halev estava ciente da presença de três indivíduos, precisava se aproximar de algum deles .
Ele tinha um plano e se demora o colocou em ação e mais uma vez Halev começou a se aproveitar de sua aparência miserável, e começou a cambalear e esticou os dois braços como se a qualquer momento uma parede pudesse brotar do chão...
Halev gemia e se contorcia, com certeza uma das cenas mais patéticas que qualquer competidor daquele exame tenha presenciado.

-Onde estou?!

-Estou morrendo, Filha onde está vocês?? Tenho dorrrgg...

Conforme ele gemia e cambaleava ele segiu para o lado das arvores, ali estava a sua primeira presa...

Halev largou seu bastão e o chutou, fingindo que foi sem querer e prontamente começou a mancar pesadamente.

-Ahhh estou morrendoorr (tosse) foi envenenaaaado...

As primeiras lagrimas começaram a sair...

Halev tocou em uma arvore, seu plano agora estava em pratica, afinal quem deixaria passar a oportunidade de matar e saquear o corpo de um mendigo moribundo?
Halev enquanto tocava a arvore com uma mão fingiu passar mal e colocou a outra mão por debaixo da capa e fingiu segurar o peito enquanto pegava a adaga reserva (ele deixou a outra cair enquanto fazia a sua ceninha ).
Halev ainda com um dos braços por dentro da capa entro para dentro da mata.

-Alguéérr... Porr me ajudee, eu desistoo... Pega a minharr placa... ms me salve.....

Halev pretende ser abordado pelo inimigo pega-lo desprevenido , totura-lo (antes disso cortar os tendos de suas pernas e braços) para obter informações e acalmar o sangue arrasta-lo para fora da mata e forçar seus companheiros a se revelarem sob a amaça de morte...
Quando acontecer a abordagem Halev tentara cair nos braços de seu “salvador” e nessa porá ele vai enfitar o punhal na lateral lateral do olho do inimigo pouco a frente da temporá dele. Visando atingir os dois olhos e destruir a “ponte” do nariz dele assim segando ele. E seguindo com a tortura.
Caso dê errado e ele no momento do ataque seja empurrado, ele vai se rastejar implorar, se urinar, implorar mais um pouco e na primeira abertura ele vai atingir o pênis do inimigo a partir do chão.

=Rolar dados necessários para a ação.=


Ver perfil do usuário

21 Re: Capítulo I - Início do Exame Hunter! em Sab 20 Dez 2014 - 12:44

Yukimaro

avatar
Administração GM
Administração GM
PARA TODOS


Vocês vão reparar que vou adiantar o exame hunter em alguns trechos, ou o jogo vai ficar super massante. Tem gente devendo post. Se alguém tiver contato com essas pessoas, deem um toque. E não esqueçam que ainda tem vaga ok?

1º Grupo
- Edward Von Crimson
- Annabeth Long

Foram 5 minutos ou mais de subida. Com um andar de diferença apenas. Com diferença de segundos, os dois chegam juntos ao mesmo andar, o último antes do terraço.

A diferença de tempo foi pouca, e como os dois estavam prontos para lutar. A reação de ataque e defesa foi instintiva dos dois lados. O choque das armas causou um barulho de metal muito alto. Esse som foi ouvido em todo o prédio: a falta de móveis e o prédio estar fechado ajudou o som a se propagar rapidamente.

Naquele momento, poderiam facilmente começar uma luta, se não fosse uma coisa: estava CHEIO de corpos na sala. viram algumas plaquetas ali, mas estavam danificadas ou com o número ilegível. Armadilhas Talvez? Os dois entenderam que o maior perigo se enconyrava no andar, e não a sua frente, já que os dois acabaram de chegar.

Uma olhada rápida pela sala, não repararam nada relevante além dos corpos todos feridos no mesmo padrão de ferimentos: hematomas e cortes. Os dois se viram em direção ao terraço, onde um cara acabou apanhar e, em consequência, caiu da escada para o terraço muito ferido. Não estava morto, mas muito machucado. Alguns pequenos cortes e pedaços da pele inclusive indicavam algum animal na área. O cara que caiu fala para os dois:

-Eles tem...5 plaquetas...as últimas da área...

Ele desmaia de dor e cansaço. A dupla consegue ouvir um som de ave lá fora. E pelo menos três pessoas. Eles sobem cautelosamente até o erraço, afinal, não teriam muito onde ir naquele momento. Se viram de frente com três homens. De porte físico atlético, sendo que dois eram morenos, com cerca de 1,80m e 1,90 respectivamente. Eles riam e exibiam DUAS plaquetas. Cada um segurava uma em mãos, e tinha outra no peito. Menos um deles....

O único que tinha apenas uma plaqueta era também o que mais chamava atenção:

Um loiro, de cerca de 1,85m de altura, mais atlético que os outros e com um óculos escuros, ele sorria com naturalidade psicopata, e tinha uma águia repousando no seu punho esquerdo. Ele é o únicoq ue começa a falar:

-Ora ora, mas que combinação estranha. Parece que mais gente acabou gostando desta armadilha que fizemos. Não é Silver? (ele falava com a águia, que solta um som como se concordasse).

Os dois morenos se aproximam da dupla e sorriem. O loiro continua a falar.

-Ficaremos aqui até quase o final da primeira etapa eu acho...está divertido caçar os novatos. Vocês que acabaram de chegar, querem duas plaquetas? Só passar por um testezinho. E lhe daremos...Os novatos merecem uma chance...

Os dois morenos se aproximam e estão e postura de guarda. Entretanto não iniciam luta, o que fazer? Quem eram aquelas pessoas?


2º Grupo
- Yahiko Ryuu Drake
- Shakugan no Ryuzaki [Não postou]
- Halev


O grupo tinha uma estranha sincronia, e parecia que a cena estava montada Drake tinha a cautela desta vez de aguardar e se preparar para o ataque. Enquanto Halev fazia uma cena perfeita, afinal, ele não era o tipo mais comum do mundo: qualquer coisa para leigos parecia válido.

Então, do meio das árvores, quatro criaturinhas pularam, uma rendeu no chão (só com a força, sem arma) o Ryuuzaki.

Outro pulou na frente de Drake para roubar a plaqueta e ameaçá-lo com uma faca. Era pequena, mas, com uma criatura daquele tamanho. Ele poderia facilmente alcançar o pescoço de Drake.

O terceiro foi direto para Halev, mas num movimento rápido, conseguiu matar a criatura antes que o rendesse, com um punhal. A quarta criatura observava de cima de uma árvore seca que tinha ali.

Elas grunhiam, reclamavam, mas não falavam nada. Tinha mais uma plaqueta na mão (nº 05) da criaturinha que estava na árvore seca.

Elas tinham 1m ou menos. Eram ágeis e pareciam entender o que acontecia, afinal estavam armados, vestidos e prepararam uma armadilha. Drake reparou que a criaturinha na sua frente, com uma das plaquetas, tinha bolsas cheias (e vazando) de pólvora. Provavelmente todos os outros tinham.

Uma criatura preparava ataque contra Halev, a criatura da árvore seca também mirava em Halev, mas ainda não tinha agido.

Já a criatura na frente de Drake....ela tinha fósforos e pequenas bombas em mãos...o que fazer?


3º Grupo
- Kamakura Kamikaze Saii [Não postou]
- Ariadne Serpentarius [Não postou]
[Esperando postagem]

Ver perfil do usuário

22 Re: Capítulo I - Início do Exame Hunter! em Dom 21 Dez 2014 - 11:26

Shinseiber

avatar
Level .1
Level .1
Drake cogitou o seu próximo movimento com o seu seguinte pensamento, enquanto as criaturas estavam paradas e esperando a rendição do grupo. Os longos pensamentos atravessaram em instantes sobre a situação:

"São no total quatro criaturas. Eu não estava errado em parte quando disse que era alguma artilharia. Pelo tamanho da explosão e dano que causou ao prédio, eu diria que seria forte e grande o suficiente para arrancar um alicerce de ferro de uma construção grande. Nada de fugir, estamos falando de quatro monstros munidos dessas porcarias, fugir de quatro ao mesmo tempo seria difícil".

"Heh! Como se eu fosse fugir mesmo desses pintores de rodapé!".

"No caso daquele baixinho que me chamou antes, ele estava desarmado pelo que tinha visto e o monstrinho o pegou de surpresa. Sobre o encapuzado estranho, parece que ele estava apenas fingindo. Ele é perigoso, perigoso! Se eu não prestar atenção nele, capaz de me apunhalar pelas costas. Mas não é hora de pensar nisso. Como o encapuzado matou um dos pequeninos rapidamente, eu vou aproveitar essa chance e lidar com o que está na minha frente. Até porque, eu preciso pegar essa plaquinha maldita antes de outras pessoas. Esse baixinho pode ser perigoso, mas eu tenho um dom inegável com esta espada."

Diferente do dom de escalar coisas

Então Drake olhou para os lados e viu que os outros monstros mantinham a atenção em Halev, seria então um duelo entre espada e adaga. Drake levantou sua postura de combate e tomou a iniciativa para avançar com um movimento rápido contra a criatura. Apelando para toda a sua perícia com intimidação e espada.

Ele não é experiente o suficiente para deduzir a força do oponente com clareza. Mas levando em conta a pressão da situação, a única solução que veio na cabeça dele foi lutar.

Ver perfil do usuário

23 Re: Capítulo I - Início do Exame Hunter! em Seg 29 Dez 2014 - 15:23

Vaskes

avatar
Level .3
Level .3
Um som abafado é emitido por Edward, conseguiram encontrar as plaquetas, mas com o custo de encontrar três inimigos também,ele estava atento aos movimentos que os três faziam, e parecia estar na mesma situação que a garota ao seu lado. Pelo que eles dizem, parece que ja participaram do teste algumas vezes, e se estavam ali, ele tinham falhado.
Não é muito inteligente começar uma briga logo no primeiro dos testes do exame Hunter, mas se fosse necessário, assim o faria.

- Parece que eles estão com uma certa... Vantagem, sugiro uma trégua, por hora, acho que podemos conseguir as plaquetas e com sorte tirar a ralé do exame também, o que me diz garota? - Seu tom era casual, porém firme e imponente, ele retira o manto que lhe cobria a cabeça mostrando as caracteristicas genéticas herdadas de sua familia, rapidamente saca a ultima peça de sua arma e a monta ja ficando em posição defensiva. "- O objetivo são as plaquetas, diminuindo o número de inimigos de quatro para trÊs e acrescentando uma aliada, por hora, pode ser o suficiente, apesar de eu não gostar muito, é a única forma que eu tenho para resolver este problema".

Esperando o consentimento da garota, logo ele partiria para a ofensiva a fim de adquirir a plaqueta para seu exame, sua velocidade fora diminuída com o peso da arma, mas seu alcane melhorado, não seria muito dificil ferí-los sem se por em grande risco.

Ver perfil do usuário

24 Re: Capítulo I - Início do Exame Hunter! em Qui 1 Jan 2015 - 17:10

Tuninhu

avatar
Level .1
Level .1
Halev a acabara de abater uma daquelas estranhas criaturas, o sangue dela se espalhava pelo chão, uma visão divertida. O sangue o alertou do ataque eminente e em um movimento rápido halev pegou a criaturinha morta pelo pé e a ergueu acima fa cabeça, ela fedia a pólvora, então pela primeira vez em tempos halev falou.

"Venham pequeninos! Só eatou começando"

Ele tinha uma voz asmatica e estranha.
Halev mal conseguia conter a sua empolgação, estava sorrindo o sangue escorria por entre seus dentes podres e ele agitava a vriatura morta como uma bandeirinha morbida em claro sinal de escárnio e provocação com a outra mão ele segurava p punhal, pronto para usar a criatura morta como escudo/porrete consegui uma abertura e apunhalar o outro bem no cranio. As criaturas eram macias e agradaveis de se apunhalar...
As plaquetas eram somente um bônus a se conquistar em tão agradável embate. Halev apertou bem o punhal, mais uma de suas unhas descolou de seus dedos. O sangue circulando em seu corpo já estava começando a cobrar o seu preço, ele precisava sair de combate rápido.

O rapaz de tapa olho tinha uma habilidade refinada com a espada o que significava que ele possuia um nascimento nobre e/ou militar o que queria dizer que ele tinha algum codigo de condutat, que não aprovaria as atitudes de Halev, talvez ele foce um problema mas não para agora, Halev tinha dois monstrinhos para estripar antes.

Ver perfil do usuário

25 Re: Capítulo I - Início do Exame Hunter! em Qui 1 Jan 2015 - 17:16

Tuninhu

avatar
Level .1
Level .1
Halev a acabara de abater uma daquelas estranhas criaturas, o sangue dela se espalhava pelo chão, uma visão divertida. O sangue o alertou do ataque eminente e em um movimento rápido halev pegou a criaturinha morta pelo pé e a ergueu acima da cabeça, ela fedia a pólvora mas ele não deu muita atenção a isso afinal tudo ali tava com esse cheiro, então pela primeira vez em tempos halev falou.

"Venham pequeninos! Só eatou começando"

Ele tinha uma voz asmatica e estranha.
Halev mal conseguia conter a sua empolgação, estava sorrindo o sangue escorria por entre seus dentes podres e ele agitava a criatura morta como uma bandeirinha morbida em claro sinal de escárnio e provocação com a outra mão ele segurava o punhal, pronto para usar a criatura morta como escudo/porrete consegui uma abertura e apunhalar o outro bem no cranio. As criaturas eram macias e agradaveis de se apunhalar...
As plaquetas eram somente um bônus a se conquistar em tão agradável embate. Halev apertou bem o punhal, mais uma de suas unhas descolou de seus dedos. O sangue circulando em seu corpo já estava começando a cobrar o seu preço, ele precisava sair de combate rápido.

O rapaz de tapa olho tinha uma habilidade refinada com a espada o que significava que ele possuia um nascimento nobre e/ou militar o que queria dizer que ele tinha algum codigo de conduta, que provavelmente não aprovaria as atitudes de Halev, talvez ele foce um problema mas não para agora, Halev tinha dois monstrinhos para estripar antes.

Ver perfil do usuário

Conteúdo patrocinado


Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 4]

Ir à página : 1, 2, 3, 4  Seguinte

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum